Contabilidade

Contabilidade e o Imposto de Renda

Para apuração do Lucro Real das empresas, a contabilidade é essencial. Um planejamento muito importante é a análise regular de balancetes, visando reduzir ou até eliminar o pagamento do Imposto de Renda por estimativa.

Esta possibilidade é prevista na legislação e permite que a empresa tributada pelo Lucro Real possa recolher o Imposto de Renda e a Contribuição Social sobre o Lucro somente sobre o lucro contábil ajustado pelas exclusões e adições.

Importante salientar que as despesas incorridas podem ser contabilizadas independentemente da data do pagamento, como, por exemplo, provisão do 13º salário e provisão para férias, acrescidas dos encargos sociais respectivos.

Outros procedimentos, como a contabilização de juros incorridos e variações monetárias passivas de consórcios contemplados permitirão também que os balancetes espelhem mais fielmente a realidade patrimonial, reduzindo, por conseguinte, o imposto devido.

Desta forma, cabe aos responsáveis pela contabilidade uma análise meticulosa sobre cada conta patrimonial, visando elidir, de forma lícita, o pagamento dos tributos devidos.

No caso de empresas optantes pelo Lucro Presumido, a contabilidade é uma ferramenta preciosa para analisar se esta sistemática de tributação é, de fato, a mais vantajosa. Pelo menos anualmente o contabilista deveria fazer um comparativo, baseado nos demonstrativos contábeis, para evidenciar o melhor sistema de tributação, dentro das particularidades legislativas do imposto de renda.

Conheça algumas obras voltadas a administração de tributos, utilizando a contabilidade:

100 Ideias Práticas de Economia Tributária

Planejamento Tributário

Contabilidade Tributária

5 comentários em “Contabilidade e o Imposto de Renda”

  1. Boa tarde,
    Eu fiz um trabalho de conclusão de curso com o tema Planejamento Tributário na Revenda de Combustíveis, mas devido a legislação tributária ser dinâmica, complexa e em constante mudanças não consegui abordar tudo. Somente fiz o comparativo das apurações de IRPJ e CSLL, creio se analisasse mais a fundo os encargos sociais e trabalhistas a diferença seria maior. Sinto por não ter encontrado uma obra como essa de vocês.
    Parabéns pelo blog.
    abraço fraterno.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s