Contabilidade

Usos da Contabilidade Gerencial

Contabilidade Gerencial, em síntese, é a utilização dos registros e controles contábeis com objetivo de gerir uma entidade.

A contabilidade é uma ferramenta indispensável para a gestão de negócios. De longa data, contadores, administradores e responsáveis pela gestão de empresas se convenceram que amplitude das informações contábeis vai além do simples cálculo de impostos e atendimento de legislações comerciais, previdenciárias e legais.

O principal foco é medir o desempenho da organização – principalmente resultados (receitas – despesas), produtividade, gestão de atividades (filiais, produtos, serviços) – permitindo análise histórica e projeções (fluxo de caixa, orçamento).

A Contabilidade Gerencial proporciona informações para tomadas de decisões dos gestores, podendo beneficiar clientes (redução de custos e preços), fornecedores (incremento de pedidos e serviços advindo de decisões de expansão), governo (apuração e recolhimento dos tributos devidos), acionistas, sócios e trabalhadores (distribuição de resultados e elevação dos rendimentos advindos da produtividade e rentabilidade) e a sociedade como um todo (manutenção e geração de empregos e renda).

Mediante relatórios periódicos e confiáveis, os gestores poderão planejar e corrigir ações. Por exemplo, se os custos de produção vem crescendo acima das receitas dos referidos produtos, pode-se investir em produtividade e racionalização administrativa, visando atingir um objetivo organizacional (lucro).

Desprezar fatos apurados contabilmente pode levar um empreendimento ao fracasso. Os gestores precisam estar atentos e buscar informações confiáveis, geradas pela contabilidade, para enfrentar os desafios do mercado. Os custos e os riscos de navegar sem a bússola contábil são, com certeza, maiores do que manter uma estrutura de controle e informações geradas pela escrituração regular do empreendimento.

Conheça a obra Contabilidade Gerencial.